• .
  • .
  • .
  • .

12 diretores de cinema que ‘fazem rock’

Nosso Instagram tá de cara nova, você já viu? Toda semana vamos divulgar ideias e dicas sobre diversos assuntos para inspirar você e te trazer mais criatividade no dia a dia. O primeiro resultado é esse: uma série de diretores de cinema, pra dar um rock no seu tempo livre.

12 diretores de cinema

Trabalho em equipe, planejamento, atitude. Esses são alguns pilares da Cadaris em nosso trabalho, isso faz rock! E para inspirar, reunimos em nosso Instagram 12 diretores que fazem as coisas acontecerem quando o assunto é cinema. Confira!

01-richard-linklater

1. Richard Linklater fez uma das maiores proezas do cinema contemporâneo com a produção Boyhood: um filme gravado, secretamente por 12 anos, com os mesmos atores e sem script completo, mostrando a real passagem de tempo dos personagens, registrando as mudanças que ocorrem na adolescência, o que exigiu muito planejamento e trabalho em equipe. Precisa falar mais?

02-lars-von-trier

2. Thomas Vinterberg, Lars Von Trier criou o movimento Dogma 95, dando novos paradigmas ao cinema com regras como ausência de cenografia, som composto com a cena in loco e não separadamente, iluminação natural, filme sempre em cores, ausência de filtros fotográficos, cenas forjadas ou desloque temporal, etc. O que já exige muito planejamento! Além disso, seus filmes de temática provocadora atraem os olhares, fazendo com que ninguém fique indiferente a sua obra, é como o rock!

03-tim-burton

3. Tim Burton tem um estilo único no cinema e temática. Um dos seus maiores sucessos de produção e roteiro, Nightmare before Christmas precisou de três anos de filmagens, quadro a quadro em uma animação de stopmotion detalhada. Além disso, Burton adora um trabalho em equipe: Michael Keaton, Helena Bohan Carter, Wynona Ryder e Johnny Depp são alguns de seus queridinhos.

04-stanley-kubrick

4. Planejamento de cores, enquadramento, simetria, imersão dos atores no cenário e na história. Essas são apenas algumas características dos filmes de Stanley Kubrick, famoso por seu preciosismo. Em The Shining, por exemplo, a produção foi árdua, levando os atores ao estresse psicológico próprio da narrativa. Ainda sim, o comprometimento resultou em um dos maiores clássicos do cinema.

05-quentin-tarantino

5. Quentin Tarantino adora trabalho em equipe: Uma Thurman, Samuel L. Jackson e Michael Madson são apenas alguns dos nomes comuns em seus filmes. Mais que isso, suas produções seguem um estilo único, misturando humor e violência, além da falta de ordem cronológica, que cria o suspense e deixa o espectador ligar por si mesmo os pontos da narrativa.

06-jean-pierre-jeunet

6. Jean Pierre Jeunet ganhou reconhecimento com Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain, mas a delicadeza do filme esconde todo o planejamento e pesquisa que envolve a obra. Para começar, é toda composta nas cores vermelho, verde e amarelo (e, às vezes, um toque de azul), baseando-se na obra do artista (brasileiro!) Juarez Machado. Além disso, as cores explicam as emoções e os papéis dos personagens no filme. Se não bastasse, a filmagem também exigiu na hora da produção resultando em uma fotografia fantástica!

07-charlie-kaufman

7. Charlie Kaufman conquistou o mundo (e o Oscar) com os roteiros de Being John Malkovich e Eternal Sunshine of the Spotless Mind, mas foi com seu último filme, lançado em 2015, que fez as coisas realmente acontecerem. Seu longa Anomalisa, feito em stopmotion, além de contar com uma equipe dedicada e minuciosa, foi financiado por uma campanha de crowndfunding que arrecadou mais de 400 mil dólares para as filmagens. Charlie queria fazer o filme sem precisar dos grandes estúdios e produtoras. O resultado? Deu rock!

08-petra-costa

8. Cineasta jovem, ainda no início da carreira, Petra Costa conquistou o mundo com seu primeiro filme Elena, dedicado à irmã mais velha, que cometeu suicídio e mais recentemente com O Omo e a Gaivota. Em seu estilo, realidade e ficção se misturam, unindo linguagem de filme e de documentário, enquanto compõe versos visuais em cada cena. A dedicação da equipe e a imersão em cada história fazem rock.

09-ale-abreu

9. Alê Abreu fez acontecer já na década de 90, quando montou a produtora Filme de Papel, especializada em animação, numa época em que a técnica estava longe de ser aposta na cena brasileira. Com O menino e o mundo, recebeu indicação ao Oscar, além de atenção nacional e internacional. Para os cenários do filme, foram feitas ilustrações com giz de cera, lápis de cor e colagens e a edição e animação usou de… Adobe Photoshop. Puro rock!

10-ridley-scott

10. Responsável por alguns clássicos do cinema como Blade Runner, Gladiator e Prometheus. Ridley Scott fez acontecer desde cedo em sua vida, quando, por exemplo, ajudou a criar o departamento cinematográfico na Royal College Art, onde estudou fotografia ou ainda quando saiu da publicidade e partiu para Hollywood, seguindo seu sonho de fazer cinema. Em Alien, seu segundo filme, precisou de muito planejamento e trabalho em equipe, a começar pelo artista H.R. Giger, que desenhou todas as formas (desde o ovo) da criatura, que teve depois o corpo esculpido, assim como o interior da nave, planeta e outros elementos.

11-fritz-lang

11. Fritz Lang é tão rock, mas tão rock que seu filme Metropolis aparece no clip de Radio Ga Ga no Queen! O mesmo filme conquistou Adolf Hitler, que pediu para o cineasta produzir filmes da propaganda nazista. Fritz se recusou, mudou-se para os Estados Unidos e continuou fazendo cinema. A produção de 1927, época que não havia CG, usou miniaturas para os efeitos especiais, o robô foi construído pelo escultor Walter Schulze-Mittendorff e o roteiro escrito por Thea von Harbou, mulher de Fritz na época. Super trabalho em equipe!

12-charles-chaplin

12. É impossível falar de cinema sem falar dele: Charles Chaplin simplesmente dirigiu, produziu, atuou e financiou seus próprios filmes. Com humor e irreverência, retratou não só sua época, mas também a nossa, em críticas atemporais sobre a sociedade. Basicamente, ele criou e modelou a história do cinema com sua obra, é um daqueles clássicos que, a cada dia fica melhor.

 Tá curioso para saber das próximas postagens? Siga nosso Instagram e fique por dentro!