• .
  • .
  • .
  • .

Política e cinema combinam sim!

Este mês decidi fazer um texto diferente, com a dica de um único filme que discute um tema bem atual. Ele tem uma temática psicológica que aborda como o comportamento humano se molda através da interferência do meio em que está inserido.

Achei bem pertinente para essa época em que estamos vivemos cheios de descontentamentos e sentimentos extremos, muitas vezes beirando o radicalismo.

A OndaA Onda
(Tem no Netflix!)

Quem me indicou esse filme foi a Maris, sócia-diretora da Cadaris, durante uma de nossas saudáveis e muito enriquecedoras discussões sobre a política atual.

A Onda é um filme alemão, de 2008, baseado em um incidente real ocorrido em uma escola secundária norte-americana em 1967, em Palo Alto, Califórnia.

Um professor é designado a ensinar sobre autocracia para seus alunos de ensino médio durante uma semana de curso e, ao pedir exemplos desse regime aos alunos, ele escuta que hoje em dia seria impossível inserir a ditadura numa sociedade livre. O professor resolve, então, fazer um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e da ditadura. As coisas, porém, saem de seu controle tomando proporções inimagináveis.

O filme nos mostra a facilidade que existe em alienar um grupo de pessoas através de artifícios muito conhecidos e utilizados e que são facilmente aplicados como manipulação de massas quando existe uma situação de descontentamento e desânimo geral.

Para pertencerem a um grupo e se sentirem aceitas, as pessoas, inconscientemente, deixam de lado sua autonomia e liberdade para acatar qualquer verdade que seja colocada por um líder, sem realizar nenhum tipo de questionamento ou análise crítica. Quem se opõe a isso é banido e discriminado.

Os alunos do experimento também demonstram grande carência de limites e autoridade e acabam confundindo isso supervalorizando o autoritarismo.

Percebemos, então, como é importante a formação de valores morais e éticos de um ser humano. Quando a escola e a família não estimulam o diálogo e a reflexão estão contribuindo para a formação de indivíduos suscetíveis à fácil manipulação, independente dos fins a que se destinem.

Enfim, assistam ao filme façam suas reflexões e, quem quiser, venha contar depois o eu achou!

Curiosidade: A música dos Ramones, “Rock ‘n’ Roll High School”, que toca no início do filme, fala sobre escola, rock e alienação. Ela também foi trilha sonora do filme homônimo de 1979.

Na escala de 1 a 5 Let´s Rocks, leva 5 guitarrinhas!

Para este mês é só, pessoal. Até maio!